Clique e ouça ao vivo: A melhor qualidade de conexão, leve e audio pancada!!
Clique aqui e ouça ao vivo!!

Prazo para regularizar título termina nesta quarta (04)

Mais de 8 mil eleitores paraenses foram atendidos no dia de ontem pelo TRE do Pará. Quem quiser votar em outubro precisa

Por Admin

03/05/2022 09:32:44

Fonte: DOL


Prazo para regularizar título termina nesta quarta (04)

Quem pretende votar na próxima eleição e ainda não tirou ou regularizou o título de eleitor deverá correr, pois o prazo para ficar em dia com a Justiça Eleitoral termina amanhã (4). A data vale também para quem quiser transferir o domicílio eleitoral, escolhendo o novo município de votação.

Nessa fase final, o número elevado de atendimentos resultou em instabilidade nos serviços dos portais e sistemas da Justiça Eleitoral. Na tarde de ontem, 2, as plataformas apresentaram lentidão e em alguns casos, houve queda total do sistema. As áreas técnicas estão trabalhando para evitar novas interrupções.

“Os números são compatíveis com a demanda prevista pelo Tribunal Regional Eleitoral, em que devem ser atendidas cerca de 120 mil pessoas em todo o Pará. Só nesta segunda [ontem], mais de 8 mil eleitores receberam atendimento, número bastante expressivo”, pontuou o diretor geral do TRE-PA, Felipe Brito.

SITUAÇÃO

De acordo com dados levantados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) até a primeira quinzena do mês de abril deste ano, 667 paraenses estão com a situação irregular. Entre as principais irregularidades estão: ausência do cadastro biométrico e falta de voto nas três últimas eleições.

Por outro lado, o TRE-PA contabiliza mais de 5,7 milhões de pessoas aptas para comparecer às urnas nos dias 2 e 30 de outubro, entre elas, a estudante Rosinete Anselmo Gonçalves, de 16 anos, que compareceu o Núcleo de Atendimento ao eleitor (NAE) para a emissão do título de eleitor. “A obrigatoriedade do voto é a partir dos 18 anos, mas eu não poderia ficar de fora desse pleito tão importante para o nosso país. Todos os jovens, ao entender a responsabilidade que têm nas mãos, deveriam tirar o seu título e votar”, explicou Rosinete.

 

Confira os documentos exigidos pela Justiça Eleitoral

Antes de ir a um dos cartórios eleitorais espalhados pelo o estado para a emissão do título de eleitor, é preciso separar alguns documentos que precisam ser levados, entre eles: documento oficial de identificação contendo informações como o nome completo, filiação, data de nascimento e nacionalidade.

Para as pessoas do sexo masculino que fizeram ou farão 19 anos em 2022, é necessário apresentar o certificado de quitação com o serviço militar. Em todos os casos, é obrigatório levar também um comprovante de residência recente, dos últimos três meses.

Kauã Victor, de 17 anos, levou tudo o que precisava para concluir o atendimento. “Eu acho importante este momento, pois me dá a oportunidade de escolher quem vai governar o nosso país. Independente do resultado, se for bom ou não para o que eu acredito, vou ficar feliz pois eu fiz a minha parte”, contou o estudante.

Com o título novinho nas mãos, o aposentado Augusto Azevedo, 68, está pronto para votar. “Caminhamos para mais uma eleição extremamente difícil, pois o clima de rivalidade é grande e no final o que tá em jogo é o nosso país e consequentemente a população. Mas vamos em busca demudanças”, declarou.

Veja onde ir e o que fazer, de acordo com sua necessidade

Serviços como emissão de primeira e segunda via do título eleitoral, regularização e atualização de dados, transferência do local de votação, inclusão do nome social - para pessoas LGBTQIA+ -, poderão ser realizados nos cartórios eleitorais, com atendimento de 8h às 17h.

Pedido de seção com acessibilidade para idosos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, precisam ser agendados a partir do site do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (tre-pa.jus.br), no campo “Eleitor”, “Atendimento online” e “Agendamento para atendimento presencial”.

No caso dos atendimentos presenciais, o eleitor pode se dirigir ao Núcleo de Atendimento ao Eleitor (NAE), na travessa Pirajá, no bairro da Pedreira, em Belém. Já no distrito de Mosqueiro, o atendimento está sendo realizado em um posto localizado na Praça da Matriz, na Vila, parte central da ilha.

É possível ser atendido ainda nas Estações Cidadania da capital, como a do bairro do Guamá, nos Shoppings Pátio Belém, Grão Pará, Metrópole Ananindeua, no horário de 10h às 16h. Nas Usinas da Paz, localizadas nos bairros da Cabanagem (Belém) e Icuí-Guajará (Ananindeua), e Nova União, no município de Marituba, de 9h às 17h.

INFORMAÇÕES

Mais informações podem ser obtidas no “Disque Eleitor”, pelo número 91 3346-8100, de segunda a sexta-feira, de 8h às 14h. A ligação é gratuita e o número aceita ainda ligação a cobrar. Há ainda o número 148,com ligação gratuita.

 

FIQUE LIGADO!

O portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) separou algumas dicas para os eleitores que estão com o título irregular. O objetivo é divulgar informações importantes para que todos possam participar do pleito este ano.

Confira cinco situações que você não pode fazer se o título de eleitor estiver irregular:

1- Quem está com o título cancelado e não regularizar, não poderá votar em outubro;

2- Caso não seja justificado e sem o pagamento da multa, não poderá, por exemplo, obter passaporte ou carteira de identidade;

3- A pessoa não pode obter empréstimos nas autarquias, nas sociedades de economia mista, nas caixas econômicas federais e estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, nem em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo;

4- O eleitor fica impedido de se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, e tomar posse;

 

5- Também não pode renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. 

Endereço

Caixa Postal: 074
Bairro: Centro
CEP: 68515-000
Parauapebas - PA

Contato

Email: administrativo@aqueridinhaderedencao.com.br
Telefone: (94) 99109-7878